Receitas

15.2.19

Jardineira de Vitela


Os pratos coloridos são, muitas vezes, aqueles que nos enchem os olhos, aquecem a alma e, em dias de frio, aconchegam o estômago!

A nossa cultura gastronómica, normalmente, dá primazia às comidas que nos trazem memórias: de cheiros, de pessoas, de ocasiões.

Num destes Domingos, a minha irmã, disse-me para almoçar com ela (e cozinhar, claro). Lembrei-me logo(!!!)  de fazer um daqueles pratos de tacho que a nossa avó fazia e que nos confortam.

Comecei logo a cozinhar de véspera, para que o prato estivesse no ponto no dia seguinte. Que fiz eu? Uma saborosa Jardineira de Vitela! :)






Para 4 pessoas, precisamos de:

  •  800gr de carne de vitela cortada em cubos
  • 1/2 chouriço de carne
  • 1 cebola picada finamente
  • 2 dentes de alho picados finamente
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 150gr de polpa de tomate
  • 150 ml de vinho branco seco
  • 1 folha de louro
  • 200gr batatas cortadas em cubos
  • 2 cenouras grandes cortadas em rodelas
  • 400gr de feijão-verde cortado em pedaços
  • 400gr de ervilhas
  • Sal
  • Pimentão doce
  • Pimenta
Começamos por temperar a carne com os dentes de alho picadinhos, o vinho branco, sal, a pimenta e pimentão doce.

Envolvemos tudo muito bem e reservamos.

Em seguida, aquecemos o azeite na panela, juntando a cebola e o louro e deixando refogar lentamente.

Juntamos a polpa de tomate e a carne com a marinada e cerca de 1 lt água, ou 1lt de caldo de carne(eu uso sempre o meu caldo de carne caseiro), tapamos e deixamos cozinhar durante 45 minutos a 1 hora, em lume muito baixo.

Retiramos as extremidades ao feijão-verde e cortamos em pedaços. Descascamos as batatas e as cenouras e cortamos aos cubinhos. Em seguida, cortamos o chouriço ás rodelas.


Quando a Vitela estiver bem cozinhada e tenrinha, retiramos a panela do lume, e juntamos os legumes que arranjamos, as ervilhas e o chouriço.

Verificamos se os temperos estão ao nosso gosto e se tem caldo suficiente e voltamos a colocar a panela no lume, sem tampa, até os legumes ficarem todos cozinhados.

Agora é só servir... amanhã!!!




Como já tinha partilhado aqui, existem imensas panelas feitas de materiais diferentes. Podem ver as vantagens e as desvantagens de cada uma. Depois digam-me quais são as vossas preferidas.

Colorida e Sem Espinhas



6.2.19

Creme de Camarão

Gosto muito de cremes e com o frio que tem estado, nada melhor para nos aquecer o estômago e a alma (que é onde o picante vai :) )

Um bom creme de Camarão é uma das minhas comidas preferidas e deixo este cheiro pela cozinha, sempre que posso.



Para 4 pessoas vamos precisar de:
  • 500gr de Camarão
  • 800gr de água
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 2 tomates maduros e grandes
  • 25ml de azeite
  • 50ml de vinho branco
  • Sal
  • Pimenta
  • Amido de milho
  • Quadradinhos de pão torrado
  • Coentros
Começamos por ferver os camarões em água a ferver.

Em seguida descascamos os camarões e voltamos a ferver as cascas e as cabeças durante cerca de 10 min, em seguida coamos para uma taça e reservamos.

Picamos agora a cebola e alhos, retiramos a pele e as sementes ao tomate e colocamos num tacho com o azeite para refogar.

Em seguida adicionamos o sal, a pimenta, o piripiri, o vinho e o fumet reservado e deixamos cozinhar durante cerca de 20 minutos.

Passado este tempo, passamos com a varinha mágica até fazermos um creme, caso fique muito líquido, juntamos uma colher de sopa de Amido de Milho..


Vamos agora juntar os camarões previamente partidos (no caso de serem grandes) e ferver durante mais 2 minutos.

Coloque pão torrado a gosto.

Agora é só colocar os quadradinho de pão torrado e polvilhar com coentros picadinhos





Aconchegante e Sem Espinhas

18.1.19

Cookies Whirlsensations

Sendo eu uma pessoa que gosta de receber pessoas em casa faço-o, a maior parte das vezes, de forma inesperada (até para mim). E como adoro cozinhar, isto implica a uma logística de ter coisas em casa e  ingredientes para fazer "coisinhas de última hora". Só que não. Por vezes não tenho os ingredientes que preciso.

O que descobri eu para me ajudar a prevenir essas situações? A Whirlsensations. Ah pois é! Mas o que é esta marca, pessoas? É pura e simplesmente a nossa salvação de última hora, de fim-de-semana e para quem tem filhos ou crianças na família também é um passatempo espetacular.

Sendo uma marca de ingredientes alimentares que garante a qualidade dos ingredientes com o sabor dos doces caseiros mas com o lado mais prático da confecção.

Tem uma grande variedade de produtos como os preparados para bolos, bolachas, recheios e coberturas! O que vos vos venho mostrar hoje, é o resultados das Cookies.

Foi um sucesso, garanto :)




Ingredientes:

  • 500gr de preparado de Cookies Whirlsensations
  • 75gr de Manteiga (temperatura ambiente)
  • 30 gr de Água
  • qb de Pepitas de Chocolate



Começamos por preparar um tabuleiro forrado com papel vegetal não untado, ou um tapetes de silicone.

Na taça da batedeira com o acessório de misturador, amassamos o preparado Cookie com a manteiga, adicionamos a água e misturamos bem até a massa ficar uniforme. Neste momento juntamos as pepitas de chocolate e amassamos mais um pouco com a mão.

Fazemos uma bola, enrolamos em película aderente ou colocamos dentro de um saco limpo e levamos ao frigorífico pelo menos uma hora.

Entretanto ligamos o forno a 180ºC.

Passado o tempo de descanso, fazemos bolinhas de massa do tamanho de uma noz e colocamos sobre o papel vegetal, separadas entre si cerca de 5 cm.

Levamos ao forno durante 10-15 minutos.

Terminado o tempo, é só arrefecer sobre uma grelha, se conseguirem resistir.



Xaram!! com a Whirlsensations, tudo se torna simples e delicioso, que dei a provar e todos adoraram!! 

Prático, Delicioso e Sem Espinhas (ah e é um post patrocinado!)

11.1.19

Sopa Harira

Este ano, no meu aniversário de 40 anos, a minha irmã fez-me uma grande surpresa e ofereceu-me uma viagem a Marrocos.

Andava cheia de vontade de conhecer Marrakech e a minha mana decidiu surpreender-me!

Fomos as duas e gostei mesmo muito. As cores, os cheiros, e sobretudo os sabores, são magníficos.

Especiarias vendidas ao peso num Souk

A gastronomia Marroquina é conhecida mundialmente pela utilização de especiarias e frutos secos. Os cominhos, o Açafrão, o Gengibre, a Canela, são utilizados na maioria dos seus pratos e conseguem comprar-se em todos os souks. Por outro lado os citrinos, são também abundantes e o Sumo de Laranja uma perdição.

A vista diurna da Praça Jemaa el-Fna


Para acompanhamento, utilizam os mais variados Legumes e Cuscus, sendo estes últimos cozinhados sobretudo em Tajines, que são recipientes de barro onde, juntando carne, peixe e legumes e cozinhando em lume brando, se preparam os pratos mais típicos.

Os nossos jantares na Praça Jemaa el-Fna, Sopa Harira, Molho de Tomate, Molho Picante,  Espetadinhas de Borrego, Espetadinhas de Legumes, Pão de Cevada

Para além das Carnes, onde o rei é o Cordeiro, e os peixes, normalmente fritos ou cozidos, existem as sopas que são muito ricas e onde normalmente se junta carne de cordeiro, e são um prato completo.
Os doces são maioritariamente feitos com frutos secos e mel e podemos comprar em qualquer lado.

A quem for a Marrakech, aconselho vivamente a jantar na Praça Jemaa el-Fna e aproveitar, tal como nós para provar a "Fast Food" da zona. O restaurante nº1 é muito bom.

Os nossos jantares no Nr1.

Assim que cheguei a Lisboa, decidi reproduzir a Sopa Harira, que foi sem dúvida um dos sabores que me ficou no palato e na memória, juntamente com o Chá de Menta.

Vou partilhar a receita convosco e espero que gostem tanto como eu gostei, desta versão sem carne da famosa sopa.



Para 6 pessoas precisamos de:
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 cebolas
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de chá de gengibre ralado
  • 1 colher de sopa de paprika
  • 1 colher de chá de sementes de cominhos
  • 600 g de tomates
  • 500 g de água a ferver
  • Sal e pimenta moída
  • 400 g de grão cozido
  • 3 colheres de sopa de salsa picada
  • 3 colheres de sopa de coentros picados
  • 3 colheres de sopa de folhas de aipo picadas
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 1 colher de sopa de puré de tomate
  • 2 colheres de sopa de farinha de grão, (misturada com 2 c.sopa de água)
Começamos por colocar as 2 colheres de sopa de Azeite no fundo de uma panela, cortamos em pedaços pequenos, a cebola e os dentes de alho e colocamos na panela, juntamente com o gengibre, a paprika e as sementes de cominhos e deixamos refogar durante alguns minutos.  Juntamos a água quente e os tomates inteiros e deixamos cozer tudo. Depois de tudo cozido, temperamos com sal e pimenta moída e trituramos. Em seguida vamos juntar o sumo de limão, o puré de tomate e a farinha misturada com a água e voltamos a passar a varinha mágica durante alguns segundos.
Juntamos agora o grão cozido e as ervas picadinhas e deixamos cozinhar por mais 5 minutos, para a sopa engrossar.



Fica deliciosa e a mim, levou-me de volta a Marrakech.

Testem e depois digam-me como ficou.

Marroquina e Sem Espinhas


5.12.18

Bolinhas de Alheira e Farinheira com Maionese de Marmelada



Gosto muito de croquetes e de enchidos e esta parece-me a junção perfeita de ambos especialmente por ser acompanhada de uma maionese especial.

Para as Bolinhas, cerca de 20, vamos precisar de:

  • 1 Alheira
  • 1/2 Farinheira
  • 1 ovo
  • 1/2 ramo de Salsa
  • Pão Ralado
  • Óleo ou Azeite para fritar

Começamos por retirar a pele a 1 Alheira e a metade de uma Farinheira. Desfazemos bem com um garfo, juntamos a Salsa e a Gema do Ovo e misturamos tudo muito bem. Como a Alheira e a Farinheira já são temperadas, não juntamos qualquer tempero.

Em seguida, colocamos em duas taças, o pão ralado e a clara batida e vamos fazer bolinhas mais pequenas que uma bola de pingue pongue.
Passamos as bolinhas pela clara e em seguida pelo Pão Ralado.
Neste momento, se não quisermos fritar todas as Bolinhas, podemos congelar.

Vamos então fritá-las.
Devem ficar douradinhas.


Para a Maionese vamos precisar de:

  • 150gr de Maionese (pode ser caseira ou de compra)
  • 50gr de Marmelada
Num processador juntamos a Maionese e a Marmelada e misturamos tudo até ficar homogéneo.
Agora só temos de empratar e não esquecer de juntar um bocadinho desta maionese a cada dentada!




Sem Espinhas e delicioso!

25.10.18

Massada de Peixe

Tinha umas quantas postas de peixe no congelador, todas diferentes, e comecei a pensar no que podia fazer com elas.

De repente, lembrei-me de uma receita que uma amiga me ensinou e nem pensei mais: Massada de Peixe!





Para cerca de 4 pessoas vamos precisar de:


  • 500gr de Massa de Milho 
  • 3 Tomates bem maduros
  • 4 Postas de Peixe (podem ser iguais ou fazerem como eu, Pescada, Perca, Salmão e Garoupa)
  • 1 Malagueta
  • 1 Folha de Louro
  • 1 Cebola
  • 1 Alho
  • 1 cálice de vinho branco
  • Azeite qb
  • Sal qb
  • Pimenta Preta qb
  • Coentros Frescos qb
Comecemos por colocar o peixe a cozer, numa panela com água e a Folha de Louro.
Num tacho, vamos colocar, o azeite, a cebola picada e vamos amolecer a cebola até ficar transparente, em seguida colocamos os alhos, os tomates picados e a malagueta também picada (podem não gostar de picante e não colocar) e refrescamos com o vinho branco, vamos agora, com o lume no minimo, deixam apurar.

Assim que estiver apurado, o peixinho também já deve estar cozido, vamos retirar o peixe da água e reservar o peixe, colocando a água no tacho com a cebola e o tomate para cozermos a massa, se não for suficiente, juntamos um pouco de água.
A Massa de Milho tem a vantagem de deixar este prato com um caldo mais consistente, por causa da goma que deita.

Com a massa quase cozida, colocar o peixinho que entretanto desfizemos em lascas e temperar com o sal e a pimenta.

Deixamos o tempo restante para a massa cozer e assim que estiver prontinho é só servir, com os coentros picados por cima.




Do Mar e Sem Espinhas

18.10.18

Jaquinzinhos Fritos com Arroz de Tomate

Quando era miúda, logo de manhã, ia com a minha avó à praça do peixe.

Lembro-me de me ter ensinado como ver o brilho nos olhos dos peixinhos.

Quando era miúda, ia com o meu avô à pesca!

Lembro-me da minha cana amarela.



Gosto de Jaquinzinhos! Adoro memórias dos que estão para sempre no meu coração.

Ingredientes para 2 pessoas:

  • 1/2kg de Jaquinzinhos ou cerca de 4 por pessoa
  • Sal qb
  • Farinha de Mandioca qb
  • Óleo qb

Depois de pedir para amanhar os peixinhos, coloquem sal e deixem uns 30 min no frigorifico.
Passado esse tempo, dentro de um saco de congelação, daqueles com fecho, coloquem farinha de Mandioca, suficiente para todos os peixinhos, fechem o saco, e mexam o suficiente para que todos fiquem "panados" com a farinha (não é muito mais fácil assim?). Uso farinha de mandioca, porque os deixa muito mais estaladiços e não tem Glúten.

Depois de estarem todos bem envolvidos na farinha, com um espeto de madeira (das espetadas), furem de um olho ao outro do peixe e juntem uns quantos peixinhos no mesmo espeto, assim, são muito mais fáceis de virar na fritadeira. Eu normalmente junto 3 de cada vez.

Vamos agora aquecer o óleo e quando estiver bem quente é só colocar os espetos; assim que um lado estiver bem douradinho, viramos e quando pronto, colocamos numa travessa ou prato com papel absorvente para retirar toda a gordura.

Servi com Arroz de Tomate (receita aqui)






Com Amor e Sem Espinhas

8.10.18

Lulas com Puré e Raspas de Limão

Sempre que vejo um ingrediente diferente, tento comprar para experimentar, foi o que aconteceu neste puré.
Vi num supermercado, as famosas Batatas Roxas, mais conhecidas por Batata Vitelotte e pensei, um Puré de Batata Roxa com umas lulinhas a acompanhar, isso é que era!

Como podem ver nas fotos, o Puré não fica roxo, pelo menos feito de forma tradicional, fica meio acinzentado, mas as batatas cumprem pelo menos o objetivo de ficaram otimas para puré.

Com o puré vieram as Lulinhas salteadas das quais sou fã.

Para 2 pessoas vamos precisar de:

Para o Puré:

  • 1/2 kg de batatas roxas 
  • Água
  • 1 folha de Louro
  • 100ml de Leite
  • 1 colher de sopa de Manteiga
  • qb Sal
  • qb de Nóz Moscada
  • qb de Sal

Comecei por descascar as batatas e em seguida cozer com a folha de Louro em água fervente.
Em seguida, passei as batatas no Passevite e voltei a levar ao lume, onde fui adicionando o leite aos poucos, mexendo sempre, quando atinguiu a textura que pretendia, juntei a colher de sopa de manteiga, o sal e a nóz moscada.


Como podem ver ficou um puré perfeitinho.

Para as Lulinhas:


  • 500gr de Lulas limpas
  • 50gr de Manteiga
  • sumo de meio limão
  • qd de raspas de limão
  • qb de Sal
Depois de limpas, colocamos numa frigideira de saltear a manteiga e quando a frigideira estiver quente colocamos as lulinhas, cerca de 1 min antes de estarem prontas, regamos com o sumo de limão e finalizamos com um pouco de sal.




Depois é só colocar num prato, como mais gostarem e decorar com as raspas de limão!





























Diferente e Sem Espinhas!

4.10.18

Mousse de After Eight

Adoro mousse de chocolate, gosto ainda mais de After Eight e tenho uma amiga que sabe disso e que me ensinou esta receita que é de comer e chorar por mais.




Para 6 pessoas precisamos de:

  • 200gr de After Eight
  • 150gr de Chocolate Negro
  • 6 Ovos
  • 50gr de Manteiga
  • 100gr de Açucar

Começamos por bater as gemas com o açúcar até ficar aquele típico creme esbranquiçado, em seguida derretemos o chocolate em banho maria com a manteiga e juntamos os After Eight fundindo com a ajuda de um "salazar" ou de uma vara de arames,
Juntamos as gemas e os chocolates criando um creme homógeneo, eu costumo usar sempre um "salazar" para estas tarefas.
Batemos as claras em castelo firme e envolvemos as mesmas no creme de forma a não perderem o ar.

Depois é só colocar em tacinhas individuais ou numa taça grande e esperar que todos se deliciem com esta pequena maravilha!



Fresca e Sem Espinhas

19.9.18

Húmus de Beterraba

De origem árabe, o húmus é uma das minhas perdições e juntando o sabor a terra da Beterraba torna-se  numa das entradas mais apetitosas que tenho feito.





E a cor.... Já viram bem a cor?

Ingredientes:


  • 1 beterraba cozida
  • 200gr de grão de bico cozido
  • Sumo de 1 limão pequeno
  • 2 cl sopa de Azeite
  • 1 dente de Alho
  • 1 colher de chá de Tahine
Após ter todos os ingredientes, cortados em pequenos pedaços, colocar todos num processador e picar até ficar uma pasta, se por caso a pasta ficar muito grossa, juntar um pouco de água.



Eu decorrei o meu com folhas verdes e sementes, mas podem colocar o que quiserem.

Da terra e Sem Espinhas