Receitas

5.4.17

Dica #46 - Como escolher peixe fresco

Escolher peixe fresco não é simples e por isso a maioria de nós opta pelo peixe congelado!
No entanto, se seguirmos estas dicas.... Isto vai acabar!

Lembro-me de ser pequena e o meu avó Luís pescar robalos e ir, ás vezes, ajudar com a apanha das ameijoas.

Também me lembro de ir, com a minha avó Lurdes, à praça do Peixe das Caldas da Rainha e de ela me ensinar a escolher o peixe.

Imagem retirada daqui

Hoje deixo-vos umas dicas, para não serem enganados, nem na praça, nem no supermercado.


  • O peixe não pode apresentar manchas, nem conter furos ou cortes na sua superfície. As escamas têm que estar firmes e resistentes e de coloração translúcida e brilhante. A pele tem que estar húmida;
  • Os olhos não podem ter pontos esbranquiçados no centro, devem estar brilhantes e ocupar toda a cavidade ocular não apresentando aspecto concavo;
  • A parte interna das guelras deve estar brilhante e vermelha, apresentando vasos sanguíneos cheios e fixos e não apresentar mucos como um líquido pastoso.
  • O peixe deve cheirar a mar (os de água doce, não podem ter um cheiro muito intenso) e a cor deve estar viva, de acordo com a espécie escolhida.
  • O corpo do peixe deve estar firme e resistente, um truque é tocar com um dedo ao de leve na barriga do peixe e testar a firmeza;
Imagem retirada do pintrest

Se quiserem comprar filetes, o melhor é pedir na peixaria que o filetem na vossa frente. Se não for possível, observem bem a tonalidade da carne, que deve ser bem viva.

Imagem retirada daqui

Com estas dicas.... fiquei com vontade de comer um peixinho fresco!

Dicas Sem Espinhas





Comentar

Postar um comentário